A natureza: um mundo sem poluição

2 parques nacionais, 4 parques regionais e 6 reservas naturais 

 A Região das Marche começa por estender-se em planície, vai ondulando suavemente e termina, aos pés do Monte Conero, em falésias a pique sobre o mar, serpenteando por entre ordenados vinhedos, colinas verdejantes, montes recobertos de densos bosques e planaltos rochosos. Aos amantes da água e do sol, oferece extensas praias de areia mas também românticas calhetas rochosas. No interior, uma extraordinária paisagem, de colinas verdes e douradas, cobertas por bosques e prados que alternam em doce harmonia com ordenados campos de trigo e olivais. A oeste, vigiam seguros os Apeninos e a sul, os cumes altivos dos Montes Sibilinos, que ultrapassam os 2 mil metros. Estes últimos fazem bater o coração dos apaixonados pela botânica e dos amantes das excursões e do trekking. Na Região existe um extraordinário complexo subterrâneo de cavernas naturais, de proporções tão importantes e impacto tão fascinante que, por si só, justificam a viagem. Trata-se das Grutas de Frasassi, nos arredores de Genga, um dos mais extensos e interessantes monumentos naturais de Itália, constituído por uma sequência de grutas e cavernas subterrâneas de tipo cársico, descobertas pelo Grupo espeleológico do CAI de Ancona. Por outro lado, as Marche também são famosas pela extensão das zonas protegidas, que chegam quase a cobrir uma superfície de quase 90.000 hectares. Com efeito, a Região orgulha-se de um número excepcional de parques nacionais e regionais e reservas naturais, instituídos nos anos ’80 e ’90 do século XX. Há 2 parques nacionais (Montes Sibilinos e Gran Sasso e Montes da Laga), 4 parques regionais (Sasso Simone e Simoncello, Garganta da Rossa e de Frasassi, Monte San Bartolo e Monte Conero) e 6 reservas naturais (Abadia de Fiastra, Montanha do Torrichio, Garganta do Furlo, Ripa Bianca, Sentina, Monte San Vicino e Monte Canfaito). As áreas protegidas distinguem-se por uma boa gestão e uma excelente manutenção dos bosques e veredas mas também das estruturas de acolhimento e de informação. Na Primavera, os Parques revestem-se de exuberante flora apenina, como o lírio martagão, a estrela alpina, as orquídeas, a uva ursina e o salgueiro anão, considerado a árvore mais pequena do mundo. Os bosques povoam-se de várias espécies animais, como o lobo, o gato selvagem, o porco-espinho, o veado, a camurça dos Apeninos, a águia real, o gavião, o bufo-real, o falcão peregrino, a trepadeira-dos-muros e, em algumas zonas, o urso. As zonas protegidas, contudo, apresentam características específicas profundamente diferentes e também no seu interior convivem espécies de flora e fauna bastante diferenciadas. O elevado número de espécies de aves torna estes locais zonas predilectas para os amantes do bird watching. As Marche oferecem ao visitante a possibilidade de usufruir de extraordinárias belezas naturais, além de serem o local ideal para a prática de vários desportos. Com efeito, as montanhas dos Apeninos oferecem aos apaixonados da neve, pistas ideais para praticar esqui alpino e esqui de fundo, ao longo de percursos de extensão e dificuldade diferentes. Nos montes Sibilinos, por outro lado, existem ambientes adequados para disciplinas mais técnicas como o esqui-excursionismo e o esqui-alpinismo. Nas outras estações, estas esplêndidas localidades de montanha transformam-se, sendo possível fazer excursões a pé, a cavalo ou em bicicleta de montanha, seguindo os itinerários organizados por numerosos centros de educação ambiental; ou podem-se praticar outras actividades desportivas divertidas, como o voo livre ou desportos aquáticos mais radicais como o rafting, a canoagem, o kayak, a escalada e o canyoning.

Booking

 

Events

Contact Us

Regione Marche | P.F. Turismo
P.I.00481070423
C.F. 80008630420
60125 ANCONA - ITALY
Via Gentile da Fabriano, 9
Phone +39 071 806 2431
For tourist information please dial: 
+39 071 2133609 
Fax +39 071 806 2154
turismo@regione.marche.it
turismo.promozione@regione.marche.it
comunicazione.turismo@regione.marche.it
Login